O marketing é uma proposta crescente, contínua. Portanto, ele começa como uma criança.

 

Até aí, tudo bem. O perigo, contudo, é quando ele permanece neste estágio mais tempo que deveria. Você passa a ter medo de dar mais autonomia ao setor, pois a responsabilidade não foi testada (responsabiliade = habilidade para responder), nem a capacidade do setor para usar bem os recursos.
Veja três características de um marketing que permanece na fase infantil:
  1. Gastar dinheiro com internet é besteira. “Não vou pagar caro em um site, eu sequer vendo online!”. Este é um pensamento comum em negócios que não estão se preparando para sair da infância. Não querem pensar a médio/longo prazo, mas somente ficar apagando incêndio e focando em promoções (o marketing de preços é o pior possível a longo prazo, pois reduz os lucros).
  2. Tenho um sobrinho… A birra infantil de não investir em qualidade acaba fazendo com que sua imagem seja amadora, resultado do serviço insatisfatório de profissionais não qualificados. Você acabará, cedo ou tarde, precisando refazer o trabalho. O que custa mais, três sites de R$ 1.000,00 ou um site de R$ 2.500,00? Sem contar o tempo perdido…
  3. Segunda começaremos com força total. A disciplina, geralmente encontrada somente em adultos, maduros, evita o adiamento de iniciar ou manter seu marketing crescendo. Acredite, tirar meia hora por dia para cuidar de seus canais digitais já faria uma enorme diferença.
O que fazer, então?
  1. Invista em um bom site. Um visual de qualidade diz ao seu cliente que você é cuidadoso e se importa com seu próprio negócio – caso contrário, como se importará com o negócio dele?
  2. Evite o “sobrinho”. Contrate uma consultoria que te ofereça planos flexíveis para poder começar com pouco, mas com qualidade e principalmente de forma acertiva. Afinal, seus recursos não são infinitos, certo?
  3. Comece pequeno. Mas comece. Invista R$ 50,00 no Google AdWords, por exemplo, e mensure o retorno. Passe para R$ 250,00 por mês quando seus processos estiverem mais maduros.
Esperamos sinceramente que seu marketing já tenha passado da idade (fase) de comemorar somente o dia das crianças. Você poderia estar comemorando muito mais!